TRAVESTIS, TRANSSEXUAIS E O DIREITO DE SER DIFERENTE

19 maio

O maior problema de ser diferente é sofrer a intolerância de quem só suporte o igual. É comum ouvir que um negro (sou politicamente incorreto por demais para usar afrodescendente) deveria usar roupas normais (para quem?) ao invés de usar trajes que remetem ao seu passado africano, afinal ele está no Brasil. Da mesma forma, o clubber ou o emo é atacado pq curte vestir-se de acordo com seu gosto.

Mas isso é pouco frente ao problema da intolerância com o homossexual, com o travesti ou do transsexual, que, para além do preconceito em relação a roupas ou a trejeitos, sofre com com o repúdio a  sua própria existência. A roupa nesse caso é o menor dos problemas que eles passam.

Por isso é uma boa notícia, anunciada no 7º Seminário de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais (LGBT), o governo federal garantir no serviço público o uso do seu “nome social”, aquele escolhido pelo próprio travesti ou transexual (prefiro “nome de guerra”, porque a vida deles é uma batalha). Pela nova norma, o “nome de guerra”, quer dizer, o “nome social” será o único informado na parte da frente do crachá do funcionário, no email funcional e em cadastros internos, listas de ramais e comunicações internas.

Outros entes públicos já permitem isso, como o Estado de São Paulo (março de 2010), bem como a Prefeitura de São Paulo (janeiro de 2010), já determinaram que órgãos e entidades da administração municipal direta e indireta usem o nome escolhido pelos travestis e transexuais em todos os registros de serviços públicos (As informações são do jornal Folha de S.Paulo).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: